São Luís é avaliado com pior índice de transparência na pandemia da Covid-19, dentre as capitais

0

Ranking é feito pela Transparência Internacional Brasil, que avalia o acesso às informações sobre compras emergenciais em resposta a doença.

A capital do Maranhão, São Luís, ficou em último lugar no nível de transparência para compras emergenciais no combate à Covid-19, em um ranking criado pela Transparência Internacional – Brasil.

A Transparência Internacional é uma organização não-governamental (Ong) que trabalha no combate a corrupção pelo mundo. O ranking tem escala de 0 a 100 e traz informações sobre contratações emergenciais de forma fácil e ágil.

Com 50,6 pontos, a capital maranhense é a única em situação ‘regular’, enquanto as demais capitais estão avaliadas como ‘ótimo’ ou ‘bom’. Veja na tabela abaixo dos cinco primeiros e os cinco últimos.

Ranking de transparência no combate a Covid-19

CapitaisPontos no rankingAvaliação
1º – MACAPÁ100Ótimo
2º – VITÓRIA100Ótimo
3º – JOÃO PESSOA100Ótimo
4º – RIO BRANCO98,7Ótimo
5º – GOIÂNIA98,7Ótimo
22º – MACEIÓ65,8Bom
23º – ARACAJU65,8Bom
24º – BELÉM63,2Bom
25º – PORTO VELHO60,7Bom
26º – SÃO LUÍS50,6Regular

Fonte: Transparência Internacional – Brasil

Segundo a Transparência Internacional, até houve um avanço de 7 pontos em São Luís em relação ao ranking anterior, mas as demais capitais se empenharam mais em melhorar seu nível de transparência. O G1 Maranhão pediu um posicionamento da Prefeitura de São Luís sobre os dados do ranking, mas ainda não houve retorno.

No ranking dos estados, o Maranhão possui um nível de transparência considerado ‘ótimo’ e está na 16ª posição, com 86 pontos.

Receba nossas atualizações em tempo real diretamente no seu dispositivo, inscreva-se agora.