Resumo do ciclo de visitas da SEMAGRI a agricultores fornecedores de frutas e hortaliças para a merenda escolar

 

Povoado Piranhas

Neste povoado, a SEMAGRI-Secretaria Municipal de Agricultura e Pesca visitou o agricultor Raimundo Rodrigues, fornecedor de pimenta-de-cheiro e cheiro-verde. A equipe técnica analisou a área de cultivo e a forma de como ela se expandiu em tamanho e produção desde a primeira visita realizada no mês de janeiro/2017. É visível o impacto causado pela inserção do agricultor no mercado institucional. O que antes era apenas uma pequena produção, somente para o mercado local, agora é uma área que praticamente dobrou de tamanho.

O agricultor focou principalmente nos produtos que ele fornece para o programa. No entanto, sua produção é diversificada. Demonstrando-se bastante animado, o produtor ressaltou sobre a satisfação da comunidade com essa nova etapa da agricultura familiar.

Povoado São Pedro

A área de cultivo visitada no povoado São Pedro pertence ao agricultor, Israel, fornecedor de feijão-verde. Constatou-se que o espaço de cultivo foi expandido para a produção de milho-verde, seguindo técnicas de irrigação, adubação e espaçamento, de acordo com as orientações da equipe técnica da SEMAGRI. Também foi visitada a área de produção de feijão caupi, que é foco para a comercialização dentro do programa de alimentação escolar. Desta forma, o agricultor poderá manter parte de sua produção bem acondicionada para a próxima entrega.

Povoado Quatis

A visita no Povoado Quatis foi realizada na área do Sr. João Batista, produtor de melancia e milho para a alimentação escolar. Na oportunidade, o agricultor evidenciou seu contentamento e satisfação com a oportunidade de escoar sua produção no momento certo da colheita. A demanda, realizada pelo setor da alimentação escolar, deu-se exatamente próxima ao período de colheita da sua produção. Assim, o agricultor não terá mais a preocupação em comercializar seus produtos no mercado local, uma vez que já estava sendo colhido e reservado para a entrega. O produtor destacou, ainda, as providências que estão sendo tomadas relativas à novas áreas de cultivo, haja vista que agora sente-se mais motivado para produzir.

 

É visível a satisfação dos agricultores envolvidos no fornecimento de produtos para a merenda escolar do município. É possível, também, observar o otimismo que eles têm em continuar produzindo e, agora, em maior escala, com o máximo de tecnologia que possa empregar na produção para garantir uma melhor colheita.

Os programas institucionais fazem parte de todo um aparato técnico que deve ser disponibilizado para o agricultor familiar, desde os agentes de crédito até os órgãos governamentais, na implantação de projetos, passando pela assessoria técnica até chegar aos programas de aquisição de alimentos. Somente isso, garante o sucesso da agricultura familiar. Caso contrário, o agricultor sente-se desamparado, ocasionando prejuízos econômicos e sociais, além da insustentabilidade de qualquer projeto.

O governo municipal vem apoiando e incentivando o agricultor familiar, e a resposta a esse efetivo auxílio apresenta-se através dos excelentes resultados de cultivo e produção dos agricultores familiares, garantindo alimentos mais saudáveis para a merenda escolar, além de geração de renda por meio da comercialização dos produtos.


Fonte: http://coelhoneto.ma.gov.br/noticias/noticias/exibe/8995

Comentários