Mulher Coelhonetense em Destaque 2017 – 3ª Edição

Nossa Convidada tem um nome: Zizete Figueiredo, com uma linda história: Superação nesta etapa de nossa página, que tem como objetivo identificar, valorizar e destacar para nossa sociedade mulheres que através de sua história de vida contribuíram com o desenvolvimento de nossa cidade em diversas áreas, apresente ao nosso público, uma convidada que tem uma trajetória de sucessivas mudanças mas principalmente de superação. Neste pequeno resumo iremos mostrar a trajetória de luta, sua participação em nossa história e principalmente de sua capacidade de enfrentar e superar seus obstáculos. Todo este conjunto faz de nossa destaque uma grande guerreira e uma linda mulher.

SUA CAMINHADA

Nascida, Zizete Figueiredo Pereira da Silva, no ano de 1.960, no Povoado Todos os Santos ( Buriti-MA), órfã paterna aos três anos, veio para São Domingos, município de Coelho Neto, morar com seus avós maternos, juntamente com sua mãe e seus três irmãos. Aos dez anos mudou-se para Coelho Neto, para morar com sua tia/madrinha, onde iniciou seus estudos e permaneceu por seis anos. Aos dezesseis anos, ficou fora da escola e novamente faz uma nova mudança, foi morar com sua mãe no Povoado Barrrinha( Afonso Cunha-Ma), por um período curto de apenas um ano. Em 1.977, já com 17 anos foi estudar na cidade de Caxias-Ma, ode concluiu o ensino fundamental. Aos 19 anos, sua passa por mais uma mudança, inicia o ensino médio na cidade de Ipatinga- MG, residindo por dois anos. Em 1.982, já com 22 anos passa a residir em Belém-PA, onde concluiu o ensino médio. No anos de 1.985, retorna a Coelho Neto e começa a trabalhar na Empresa Itajubara, por um período de três anos. Em 1.987 casou-se e se tornou mãe de um casal de filhos. 1.990 recomeça seus estudos onde cursa o Magistério e dar início sua trajetória na educação de nosso município, na Rede Municipal por dois anos, já em 1.992 ingressa na rede estadual através de concurso público, mesmo período em começa a sua graduação, no curso de Licenciatura em Matemática pela UEMA-Caxias e posteriormente faz sua especialização pela UESPI-Teresina. 1.997 começa uma nova jornada por 12 anos, como Professora na Escola Maria Regueira dos Santos.

O SUSTO! SEU NOVO E MAIOR DESAFIO

No ano de 2.009, recebe um convite e aceita ser Secretária Municipal de Educação, no município vizinho de Afonso Cunha, onde permaneceu por 08 anos. Hoje em processo de aposentadoria, continua prestando seus serviços de educadora, na Unidade de Ensino Antonio Nonato Sampaio e na Escola Espírita Nossa Senhora de Nazaré.

O INESPERADO! UMA BATALHADORA, UMA GUERREIRA.

No final de 2013, passou pelo momento mais difícil de sua vida, foi diagnosticada com um Câncer de Mama. Fica sem chão, se questiona por quê naquele momento aquele diagnóstico a princípio era uma sentença de morte. Passado aquele momento começou a reagir positivamente transformando o pavor em coragem. Ao ler atentamente o laudo médico, pensou: E agora? Vou morrer? Vou ter tempo para terminar meus Projetos de vida? . Não perguntei a Deus por que eu? Pedir a ele me der um tempo? E ganhei. Em 2014 veio tudo, a cirurgia, quimioterapia, radioterapia e hormorneoterapia, que vai até 2019. Foram momentos de dores, angustia, incertezas, estresse, ansiedade, solidão, mas um fator foi primordial a vontade de viver, que sempre foi superior a tudo. Viver uma vida mais saudável, preencher as lacunas do tempo com o que te faz bem e não com o que agrade aos outros. Cuidar sempre de sua saúde física e mental, fazer uma alimentação saudável, não perder sono, ter um bom descanso, não criar motivos quaisquer pra trocar os dias de suas consultas médicas, usar sempre como regra de bem estar colocando você sempre em primeiro lugar “ Eu, sempre Eu “.

SEU CONSELHO

Uma vez diagnosticada, procure manter a calma, avaliar profundamente a situação, não se esconda, você não é a única, peça ajuda imediatamente e siga olhando pra frente se vendo vencedora desta que será apenas mais uma batalha a ser vencida, que você saíra vitoriosa. Uma vez curada o medo de uma recaída é constante, mas acredite que há um ser superior sempre presente a todo momento e pra tudo e que você merece esta doente, entretanto você ficou doente. A Cura depende muito de seu estado de espírito, da força de vontade e de sua fé. Nesta segunda-Feira, 04 de Setembro, estaremos postando além do resumo de sua história, como o seu ensaio fotográfico produzido por nossa equepi, com muita qualidade e carinho.

Ficha Técnica

Registro de Imagens/Edição de fotos: Fotógrafo Carlos Alberto

Edição e adequação de texto; Toinho da Cultura

Postagem de Imagens: Euclides Filho

Edição e Produção Final: Toinho da Cultura & Euclides Filho

Comentários