Fábio Braga leva ao plenário da Assembleia reivindicações feitas por municípios maranhenses

Em pronunciamento feito da tribuna da Assembleia Legislativa o deputado Fábio Braga (SD) destacou visitas que fez nos últimos dias aos municípios de Coroatá, Peritoró, Vargem Grande, Nina Rodrigues, São Benedito do Rio Preto e Chapadinha, onde participou de reuniões, conversou com correligionários políticos e amigos que destacaram algumas demandas – de ordem municipal, estadual e federal – que aquelas cidades estão necessitando.

As reivindicações vão desde a recuperação de estradas vicinais e estaduais, como por exemplo, a MA que liga Urbano Santos a Barreirinhas, importante via para a interligação da Região dos Lençóis Maranhenses com a do Parnaíba e do Itapecuru; e o trecho de Chapadinha a Afonso Cunha, que ligaria a região do Baixo Parnaíba à região dos Cocais. “Essas interligações são fundamentais para o desenvolvimento do comércio, para a melhoria do transporte de carga e de pessoas nesses principais trechos citados”, acentuou o deputado.

A população também falou da conclusão da construção do Hospital Regional de Chapadinha e do complexo educacional em Vargem Grande, que estão sendo feitas pelo governo Flávio Dino, com recursos oriundos do BNDES; a necessidade das conclusões das obras de dois centros de hemodiálises em Coroatá e em Chapadinha e, também, a melhoria da rede de distribuição de água de responsabilidade da Caema, entre Vargem Grande e Nina Rodrigues, que já está em andamento.

Outra reivindicação da cidade de Vargem Grande é referente as casas que foram construídas com recursos do governo federal e que estão abandonadas. “A população carente que precisa dessas casas. Não se sabe porque ainda não estão habitadas”, disse Fábio Braga, enfatizando que irá propor uma audiência pública com a Caixa Econômica, a Prefeitura de Vargem Grande e com o Ministério das Cidades para que se encontre uma solução para o problema.

“Todas as reivindicações dessas cidades estão por conta também de melhorias para que a população tenha o direito de ir e vir; o direito à saúde; à educação preservado e, acima de tudo, conservado, em alguns casos melhorado, para que se possa ter uma excelência em alguns serviços públicos dessas cidades”, afirmou Fábio Braga.

Comentários